Curiosidades Entretenimento Geral Mulher Notícias Saúde

Homens com um tipo de personalidade transam mais: saiba qual

Muitos homens podem acreditar que a chave para a conquista de uma vida sexual abundante seja a aparência e os músculos. Entretanto, segundo um estudo feito pela Universidade de Tecnologia de Queensland, o que torna o sexo masculino atraente é uma personalidade extrovertida, emocionalmente estável e reflexiva.

A descoberta foi feita por meio de 3,000 entrevistas com homens que tinham uma vida sexual ativa. Eles foram questionados sobre seus traços emocionais e características comportamentais. 1,500 mulheres também foram questionadas acerca de suas preferências em relação ao sexo masculino.

Ao contrário do que muitos pensam, ser imprevisível e distante não torna os homens sexualmente atrativos. Na verdade, jogos psicológicos apenas afastam outras parceiras. A terapeuta Bianca Rodriguez, em entrevista ao Washington Post, declarou que as mulheres preferem homens atenciosos porque estes valorizam seus sentimentos.

Minha vida sexual está parada: O que pode ser?

Segundo a sexóloga Erica Mantelli, existem diversos fatores que levam a uma baixa atividade sexual no dia a dia. Veja alguns deles a seguir:

1. Falta de libido

A falta de libido (também chamada de desejo sexual hipoativo) pode estar relacionada a múltiplos fatores, que podem ser biológicos, emocionais ou uma junção de ambos. O desejo é um dos pilares do sexo, portanto, sua ausência torna a experiência desagradável.

Segundo Erica Mantelli, o déficit de vitaminas e a diminuição de hormônios como a testosterona (tanto em homens quanto em mulheres) são apenas alguns dos agentes causadores da falta de líbido. Alterações na tireoide e uma alimentação pobre em nutrientes também afetam diretamente o sexo.

O alho, por exemplo, auxilia na lubrificação, evitando dores. Banana, chocolate, aveia e abacate são apenas alguns dos alimentos que regulam nossos hormônios, trazendo benefícios para a vida sexual. Portanto, não os deixe de fora de seu cardápio.

2. Atentar-se mais a quantidade do que a qualidade

É normal que acreditemos ter uma vida sexual satisfatória quando transamos frequentemente. Entretanto, é necessário refletir se estamos nos sentindo completos durante as relações sexuais.

Segundo Érica, a frequência com que transamos não é necessariamente um indicativo de qualidade, mas sim um indício para que prestemos mais atenção nas relações que estamos tendo.

3. Consumo de álcool excessivo

Em doses pequenas, o álcool pode causar a diminuição do desconforto na cama, deixando a pessoa mais relaxada, o que torna a interação mais leve. Entretanto, em quantidades excessivas, a bebida alcoólica afeta o sistema nervoso, o que diminui a libido e torna a vida sexual menos prazerosa.

Fonte: Minha Vida

Você também pode gostar de