Entretenimento

Igreja usa dízimo de fiéis para construir casas para pessoas que não têm onde morar

single-image

Uma igreja na cidade de Araruama, interior do estado do Rio de Janeiro, está impressionando muitas pessoas com uma atitude realmente inspirada nos princípios e ensinamentos cristãos, que muitas vezes se fazem ausentes em nosso convívio em sociedade.

Fábio Mendonça, pastor da Assembléia de Deus Ministério Lagoinha, está usando o dízimo dos fiéis para um objetivo lindo, inspirado pelo amor e pela caridade.
As doações arrecadadas estão servindo para a construção de casas para os membros da igreja que não têm moradia.
As casas são construídas com ajuda de pedreiros voluntários que trabalham durante os fins de semana, e os materiais são de boa qualidade, como você poderá observar no vídeo abaixo.
O pastor diz: “A gente faz a casa de acordo com a família”, o que significa que podem aumentar ou diminuir alguns quartos, dependendo do tamanho da família que irá se mudar.
Andréa Silva Rocha, uma das pessoas que ganhou uma casa nova, falou que recebeu essa moradia no momento em que mais precisava.
“Fui amparada na hora que mais precisei, hoje tenho a segurança de um lar”.
Linda atitude, merecedora de todos os elogios, não é mesmo? Ainda assim, o pastor ainda recebeu críticas.
 

“Alguns pastores me perguntaram se eu não estava “arrumando” muito trabalho.

Se Deus pensasse no trabalho que o ser humano dá a Ele em relação à desobediência a seus princípios, não teria feito o mundo.

Tudo que fazemos na vida pode nos gerar problemas, você não compra um carro, por exemplo, pensando que o pneu pode furar um dia, mas no benefício que você vai ter com o veículo”.
Pastor Fábio mostrou que está comprometido com esse trabalho, e incentiva outras igrejas a fazerem o mesmo:“As igrejas devem ficar mais atentas à necessidade do povo.
Sejam elas materiais ou espirituais.
Há igrejas em que a maioria dos membros não possui necessidades financeiras, mas sempre há os que precisam de ajuda espiritual e aqueles que precisam de ajuda material”.
Fonte: O segredo

Você também pode gostar de